Team Azbox Az

Seja bem-vindo

05 maio 2018

Operadoras não tem obrigação de dar desconto pela exclusão da Record, RedeTV e SBT?

O Brasil é o pais do futuro? Já dizia Renato Russo. A Anatel decidiu nessa última quinta-feira (3 de Maio), arquivar um processo movido pelo Inadec (Instituto Nacional de Defesa do
Consumidor) que solicitava via justiça que os assinantes de TV paga obtivessem desconto na assinatura, pelo período que ficaram sem os canais da Simba (que representa Record, SBT e Rede TV) na sua programação. O que em tese na minha opinião seria o correto também. Entretanto, quem não pensa assim é o conselheiro Aníbal Diniz da Anatel, que disse que a regulamentadora em si, entendeu que se tratam de canais abertos, logo sem custos, disponíveis ao publico gratuitamente, sendo assim para o entendimento da Anatel, o processo não não seria procedente, logo foi arquivado. Convém destacar que o Inadec responsável pelo processo que solicitava o desconto nas assinaturas.é presidido pelo deputado federal Celso Russomano (PRB/SP).


                                                 (Vídeo Record TV)
A Anatel defende o consumidor mesmo? Essa seria a sua função na teoria, mas na pratica isso vem se mostrando totalmente reverso. Chega a ser muito interessante a simples conclusão do conselheiro ''Aníbal Diniz '' da Anatel, que simplesmente conclui o processo como improcedente, por que resume todo caso em, ''são canais já disponíveis ao público sem custo'', mas será que é só isso mesmo? Obvio que não, todo mundo com consciência, e que entenda um pouquinho do mercado de tv paga brasileira, sabe muito bem que existem pessoas que só pela deficiência do sinal gratuito na sua região optam por assinar uma tv paga justamente pelos canais abertos. Mas será que a Anatel olhou isso na hora de arquivar o processo? Simplesmente não é a resposta! A verdade é só uma, muitas coisas ainda precisam mudar na Anatel, a começar pela defesa dela, que deveria ser ao consumidor, e não as prestadoras. Como uma agencia que se diz reguladora, e que se intitula como um órgão para defender o consumidor, tem a audácia de defender limite de dados na banda larga, e arquivar um processo aonde milhões de assinantes fecharam contratos com a promessa de terem canais X ou Y, e por fim e acabam da noite pro dia perdendo esses canais e nada acontece? Fica a perguntaEnfim, esse é o Brasil, o país aonde quem tem dinheiro (poder) manda, fica essa conclusão, e a pergunta até quando?....

Gostou do post ? Curta nossa fã page do Facebook e nunca mais perca nenhum post nosso assim que lançar :
https://www.facebook.com/pages/Team-azbox-az-Top/855245127824857?fref=ts

                                    É O Team Azbox az com você !
Atenção : Todos os Direitos desse texto são reservados a Team Azbox az , a reprodução parcial ou total , levara a processo ao infrator.