8/30/2023

''Sei lá o que vai acontecer'', presidente da Claro TV rasga o verbo, e canais Globosat correm risco de deixar a Claro TV?

Foto Montagem Globosat e Claro TV
A fins de tentar reduzir custos operacionais, e repassar valores mais abaixo para seus assinantes, voltando assim a estimular novas assinaturas, a Claro TV não deseja mais pagar pelo carregamento dos canais Globosat, isso mesmo. A informação é do portal Na Telinha do Uol, que detalha, que no modelo tradicional e que funcionava há pouco tempo, a Claro TV pagava um valor x por assinante, mas agora esse cenário mudou, e a empresa do grupo América Movil não deseja mais pagar para carregar os canais do grupo Globo.


Segundo a reportagem, no novo modelo, a empresa de televisão por assinatura distribui o sinal e joga para os produtores a responsabilidade de vender os espaços publicitários. Em resumo, uma parceria. O entendimento da operadora é que o canal já possui a vitrine necessária ao ser carregado. 

Nos últimos dias 22 e 23 de agosto durante o Pay-TV Fórum que foi realizado pelos sites Tela Viva e Teletime. O presidente da Claro, José Felix falou sobre a questão, o mesmo declarou que: “A TV por assinatura lá de trás não existe mais. Neste ano deve perder 2 milhões de assinantes. A representatividade da TV por assinatura na Claro caiu pela metade, uma realidade inegável”, Temos que renovar alguns contratos e aquele modelo antigo de venda e aquisição de conteúdo não existe mais. Estamos indo para uma proposta mais de parceria com os provedores. Com aqueles com quem conseguirmos montar um modelo, vamos continuar; com os que não conseguirmos montar um modelo, sei lá o que vai acontecer”.

Ou seja, ou o grupo Globo aceita sentar e negociar um novo contrato, ou como dito por João Felix da Claro TV com ''sei lá o que vai acontecer'', não existe garantia de que esses canais continuaram na grade da operadora futuramente. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário